Images

Pesquisa do Procon Fortaleza encontra variação de até 170% nos preços de alimentos

A mais recente pesquisa de preços de alimentos e produtos do Procon Fortaleza, coordenadoria vinculada à Secretaria da Cidadania e Direitos Humanos (SCDH) da Prefeitura de Fortaleza, identificou uma variação de até 170% nos preços pesquisados. O levantamento, feito entre os dias 26 e 29 de maio, analisou o custo de 31 produtos divididos em alimentação, higiene e limpeza, em 10 supermercados da capital. A cebola e a cenoura são os alimentos que mais pesam no bolso do consumidor, com variações de preços que chegam a 170% e 169%, respectivamente. Essa é a terceira pesquisa de preços de alimentos e produtos de primeira necessidade realizada pelo Procon Fortaleza.

Em relação ao levantamento anterior, metade dos 31 produtos pesquisados sofreu elevação nos preços, enquanto que quatro itens continuam com os mesmos valores e outros 11 apresentaram redução. O preço médio do quilo da batata inglesa, por exemplo, caiu de R$ 6,80 para 2,88 (-136%). Você pode consultar todos os itens pesquisados, inclusive o comparativo dos meses, no site www.fortaleza.ce.gov.br/procon, no link pesquisas e rankings, ou clicando aqui.

Para a coordenadora geral do Procon Fortaleza, Cláudia Santos, é preciso muita cautela do consumidor ao realizar suas compras, pois a pesquisa confirma que os itens de alimentação perecíveis variam muito de preços. "Legumes, frutas e verduras sofrem remarcação de preços diariamente, o que requer do consumidor uma pesquisa prévia dos estabelecimentos e dos valores praticados para que a somatória das compras não comprometa o custo final dos gêneros".

A pesquisa também avalia produtos de higiene pessoal. A maior diferença foi constatada no preço do sabonete 90g, de até R$ 123% (de R$ 0,79 a R$ 1,76). O creme dental 90ml apresentou variação de até 34% (de R$ 1,75 a R$ 2,35). Entre os produtos de limpeza doméstica, o consumidor deve ficar atento ao preço da água sanitária 1L, que pode custar até o dobro, dependendo do estabelecimento (R$ 0,99 a R$ 1,99).

A pesquisa mensal é dividida em três grupos: gêneros alimentícios (22 produtos), higiene pessoal (cinco) e limpeza doméstica (quatro). Os itens foram definidos por tipo e unidade de medida. A coleta dos preços tomou como referência as mesmas marcas, escolhidas por serem ofertadas em todos os supermercados pesquisados.

O Procon orienta ainda que o consumidor observe a data de validade dos produtos que estejam com preços promocionais. Outra dica é ter o hábito de levar uma calculadora, colocando primeiramente no carrinho os itens de primeira necessidade, e avaliar quanto ainda resta para ser gasto, sem ultrapassar o valor previsto para a compra. Produtos congelados devem ser colocados por último no carrinho, para que sua qualidade não seja comprometida durante o tempo gasto com a compra dos outros produtos.
 
Saiba mais
 O Procon Fortaleza pesquisa mensalmente preços de alimentos e produtos de primeira necessidade. O objetivo é auxiliar ao consumidor nas compras, atentando para variação entre os supermercados e itens pesquisados.

A análise comparou os preços médios dos produtos da pesquisa passada, feita nos dias 22 e 23 de abril, com os preços médios obtidos no levantamento entre os dias 26 e 29 de maio.

Estabelecimentos pesquisados:
 Assai – Av. Bezerra de Menezes, 571 (Bairro Otávio Bonfim)
 Center Box – Av. José Bastos, 4400 (Bairro Bela Vista)
 Cometa – Av. N, 1042 2ª Etapa (José Walter)
 Extra – Shopping Iguatemi (Bairro Água Fria)
 G. Barbosa – Rua Padre Valdevino, 920 (Bairro Joaquim Távora)
 Hiper Bompreço – Av. Bezerra de Menezes. 1012 (Bairro Alagadiço)
 Pão de Açúcar – Av. Santos Dumont, 1169 (Bairro Aldeota)
 São Luiz – Shopping Benfica (Bairro Benfica)
 Super do Povo – Av. A, 800 (Conjunto Ceará)
 Super Lagoa – Rua Solon Pinheiro, 136 (Bairro Centro)


Fonte: Prefeitura de Fortaleza



0 comentários: